sexta-feira, 1 de julho de 2011

Da convivência com os outros...

O poeta disse uma vez que nehum homem é uma ilha, mas às vezes, no medo que a gente tem de se magoar acabamos nos fechando em nossas conchas, e quando temos um filho acabamos esquecendo de como esse convívio com os outros é importante para o crescimento individual de cada um...
É fato que hora ou outra alguém que gostamos irá nos magoar, isso acontece com certeza. Mas se mantivermos o coração aberto é possível passar por essas "dores" com mais tranquilidade... e isso vale para as dores que nossos filhos vão passar também! Claro que convivendo com outras crianças eles vão eventualmente (muitas vezes) se magoar, vão conhecer a injustiça, a discriminação, a inveja, mas também com estas mesmas crianças ou outras talvez ele vá aprender a dividir, a compartilhar, a cantar, a ver que cada um é diferente do outro, cada um com suas manias por vezes irritantes por outras encantadoras.
Com outras crianças seu filho também pode aprender a experimentar coisas gostosas, como uma jabuticaba recém colhida do pé, ou ver um peixe no lago. A convivência sempre é um aprendizado, mesmo que não seja da maneira que nós sonhamos, afinal, muitas vezes como pais ou avós, nós só queremos proteger o que é mais precioso para nós, mas temos que entender que a caminhada dos nossos filhos é só deles!
Mas nós podemos ajudar, podemos dar a mão, e quando ele vier reclamar das injustiças cometidas por um primo ou um amigo, antes de condenar o primo/ amigo, converse com seu filho, mantenha a mente aberta, foi ele que provocou? foi realmente uma injustiça? se fosse o seu filho que a tivesse cometido, como você agiria? Lembre que crianças pequenas muitas vezes não conseguem se colocar no lugar dos amiguinhos e podem não entender por que seu filho ficou magoado...
E, mesmo que seu filho tenha sido injustiçado (numa brincadeira por exemplo) estimule ele a se defender sozinho (sem bater peloamordeDeus! ) tente que ele converse com os outros e se ainda assim não resoolver aproveite a oportunidade para mostrar a seu filho como as injustiças com os outros magoam.
Este é meu menino brincando com os primos, na mais perfeita harmonia, a não ser pelos tijolos, que depois de todas as mães proibirem os filhos de brincar, um dos avôs inventou de fazer um castelinho (risos)!!
Claro que este avô teve a melhor das intenções e a brincadeira acabou sendo divertida demais!!! os meninos riram muito montando o castelinho, e os menores choraram também porque os "grandes" não deixavam eles carregarem os tijolos...
Quem não gostava dessas brincadeiras perigosas doidas quando era criança? e lembre sempre: criança que brinca junto cresce junto :-) Os mesmos amigos/ primos que fazem ele chorar hoje podem ser grandes companheiros de aventura amanhã!

Um comentário:

  1. Olá...

    Adorei!!!

    Bjs, Pri
    http://maesemfrescura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...